quinta-feira, 17 de setembro de 2009

PERIFERIA DE BELÉM ACOLHE O 15º GRITO DOS EXCLUÍDOS


No dia 07 de setembro em Belém, assim como em todo o Brasil, deu-se a realização do 15º Grito dos Excluídos/as, contemplando neste ano o tema Vida em Primeiro Lugar e o lema A Força da Transformação está na Organização Popular. Mais uma vez, o Comitê Dorothy esteve presente para somar a sua voz, sua força e sua solidariedade à luta pelo direito que todos os povos têm de que suas vidas sejam respeitadas e que lhes sejam garantidos o acesso a terra, a água, a educação, a saúde, a cultura e segurança.
Um diferencial, neste ano, foi que o Grito seguiu um novo trajeto, desta vez pelas principais ruas de um bairro periférico de nossa cidade - Terra Firme. Assim, o grito ecoou no meio dos mais excluídos da sociedade belenense, despertando quem ainda não havia parado para perceber e refletir sobre sua própria condição de vida marcada pelo medo, pela violência e pelo discurso falso e manipulador dos políticos.
Durante todo o trajeto foram feitas várias denúncias de injustiças praticadas, principalmente, pelos que governam nosso Estado e nossa cidade. O Grito manifestou, também, a esperança da possibilidade de transformação da sociedade, se houver maior participação, união, organização e luta das forças populares.
A chamada que o Grito dos Excluídos/as a cada ano vem fazendo não pode deixar de encontrar em cada um de nós, seres sociais, a abertura da nossa sensibilidade e da nossa consciência para com a vida de nossos semelhantes que sofrem as piores conseqüências das inescrupulosas ações de nossos ‘líderes políticos’.

Um comentário:

Franz disse...

Excelente a proposta desse blog. Ajudarei no que for preciso. Parabéns!
Franz